Natalie Dormer Brasil
Primeira e maior fonte sobre a atriz britânica Natalie Dormer no Brasil.

Natalie Dormer esteve em solo brasileiro de 30 de novembro à 02 de dezembro – inclusive, enquanto escrevemos esse post, ela deve estar retornando para sua casa, em Londres – para participar da edição desse ano da Comic Con Experience. De sua chegada até o momento em que deixou o espaço destinado ao evento, em São Paulo, o que mais se ouviu dos fãs que a encontraram foi: atenciosa, simpática e humilde (e cheirosa).

Com um show de carisma, Natalie desembarcou na manhã do dia 30/11 no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Sua chegada foi discreta, uma vez que não havia informações sobre o horário e data de seu desembarque. Porém alguns fãs conseguiram avistá-la e interagir brevemente com a Nat, que cumprimentou a todos que tentaram falar com ela. Alguns fãs ainda mais sortudos conseguiram tirar selfies com a atriz.

Mais tarde, no mesmo dia, alguns fãs a esperavam em frente ao hotel. Sem nem esperar os fãs pedirem para ela descer, Natalie foi até eles, abraçando e fotografando com os ali reunidos. Dos que estiveram ali presentes, o que mais se comentou foi sobre a simpatia que ela emanou, sendo sorridente e gentil com todos. Rainha acessível mesmo.

As fotos desse dia e da Comic Con você pode conferir em nossa galeria.

No primeiro dia de CCCXP (dia 01 de dezembro), Natalie compareceu à partir de 14:30 para sessão de fotos e autógrafos. Com um vestido estampado e salto alto, a atriz posou para fotos ao lado de fãs da hora que chegou até poucos minutos antes de subir ao palco para o painel da HBO sobre Game of Thrones. As fotos eram previamente pagas – e devido ao preço, várias pessoas não puderam adquiri-las – e antes das mesmas serem feitas, o/a fã poderia pedir a pose que gostaria de fazer com a Natalie para o click. Antes das fotos, Natalie sempre tinha uma rápida conversa com a pessoa, elogiando cabelo, maquiagem e visual. Mas Natalie não restringiu sua interação à essas pessoas. Com um megafone, Dormer saudou todo o pessoal que estava na grade aguardando sua entrada para o painel de Thrones com um “Oi, tudo bem?” em português. Em seguida, a atriz, ignorando os seguranças ao seu redor, cumprimentou os fãs mais próximos de si, sempre com um “Hello” e “Hi”, além de um beijo no rosto e abraço.

Esse momento foi filmado pela equipe do site Omelete e pode ser conferido aqui.

Depois de muita ansiedade, os fãs presentes no painel de Game of Thrones finalmente se deleitaram com a entrada de Dormer, às 17:30. Graciosa, a atriz arrancou suspiros à primeira vista e alguns gritos quando arriscou novamente um “Oi, tudo bem?”. É preciso dizer que ela foi recebida de pé, assim que surgiu no palco. Quando a entrevistadora Natalia Bridi lhe deu as boas vindas, eis que Nat respondeu com um “Obrigado”, fazendo a audiência gritar novamente, empolgados com a disposição da atriz de interagir mais com os ali presentes.

Durante a entrevista, que durou cerca de meia hora, a atriz comentou sobre sua entrada para o elenco da série, sobre as filmagens e sua relação com o elenco e os fãs – a quem atribuiu o enorme sucesso de Game of Thrones, chamando-os de grande rede mundial -, sobre a Margaery e o desfecho que a mesma recebeu temporada passada e afirmou que, como fã, gostaria de ver Cersei sofrer na próxima temporada (e quem não quer?).

Em seguida, a entrevista passou a temas mais sérios, como a presença de personagens femininas que tragam representatividade para as séries e filmes, citando Jogos Vorazes, Game of Thrones e Mad Max. Em determinado momento, Natalie deu um brilhante discurso sobre igualdade de gêneros e feminismo. Também falou sobre como obras como Game of Thrones e Jogos Vorazes nos permitem analisar o momento político que estamos vivendo atualmente.

Em um momento mais descontraído da entrevista, a atriz brincou que seu momento favorito de Game of Thrones foi o “Olha, a torta!”, fala de Margaery Tyrell durante a cena da morte de Joffrey, na quarta temporada. Depois contou que seu momento favorito foi a semana do casamento de Margaery e Joffrey pois boa parte do elenco estava reunida nas gravações. Também falou que seu personagem favorito é o Cão e que adora a interação dele com Arya, e que gosta de pares inusitados como Jaime e Brienne. Também falou que achou os fãs brasileiros incríveis (e que temos uma comida e vinho maravilhosos, haha), e ressaltou que acredita que sem os fãs “não teria um emprego”.

Por fim, comentou que está bastante interessada em atuar por trás das câmeras, porém não irá parar de atuar. Citou inclusive seu projeto independente, In Darkness, produzido juntamente com seu noivo, Anthony Byrne. Antes de sair, Natalie foi mais uma vez aplaudida de pé pelos ali presentes no painel.

A entrevista inteira foi transcrita pela nossa equipe e pode ser lida aqui.

A primeira imagem que nossa equipe encontrou do segundo dia de CCXP (02 de dezembro) da Natalie veio acompanhada de mais um relato do carisma e gentileza da atriz, que ao se deparar com a fã nervosa em estar em sua presença fez questão de acalmá-la antes de tirarem a foto juntas. No decorrer do dia, soubesse que Nat sempre que passava pela multidão cumprimentava a todos com beijos no rosto e abraços. Quando estava longe demais, acenava e sorria, sempre muito simpática.

Ao fim de sua participação do evento, esteve numa transmissão ao vivo para a página do Facebook do site Omelete, onde falou que achou incrível a CCXP (e que adorou São Paulo), ressaltando que esta é sua primeira vez na América do Sul. Disse que achou os brasileiros amigáveis, educados e animados e que por isso está querendo já voltar ao nosso país. Perguntada sobre porque é escalada para tantos papéis de rainhas, a atriz disse que desconhece o motivo e que fazer uma trabalhadora da classe operária em seu próximo filme foi uma mudança renovadora. Falou também sobre a experiência de interpretar Margaery, uma personagem que foi crescendo no decorrer das temporadas, dando os créditos aos escritores da série, afirmando que eles sabem bem criar personagens tridimensionais para a trama, independente de seus gêneros. Sobre as críticas ao excesso de nudez e sadismo na série, ela disse que existe muita nudez e sadismo na vida real, assim como todas as coisas boas, e Game of Thrones exibe situações que acontecem na realidade. Também disse que nunca dispensaria um papel em um filme de super heroína, desde que seu roteiro fosse bom. O entrevistador, Marcelo Hessel, perguntou então o que ela prefere, Marvel ou DC e Natalie disse que nunca ganharia essa disputa, então preferia não responder à pergunta.

Quando foi dito que sempre interpreta “mulheres fortes”, Natalie corrigiu dizendo que interpreta personagens que passam por situações difíceis e que as superam durante sua jornada. E disse também que pretende atuar futuramente em papéis que a desafiem, que é algo que sempre faz. Por fim, disse que adoraria voltar a Comic Con aqui, e que diria aos amigos do elenco de Thrones que deveriam vir também. Encerrou a entrevista com mais uma das palavras em português que aprendeu (além de caipirinha, haha): “Obrigado”.

A entrevista completa pode ser vista no site do pessoal do Omelete nesse link.

E assim, Natalie encerrou sua participação na Comic Con Experience 2016. E ficou mais do que claro que seu carisma e simpatia natural são definitivamente o que faz de Natalie Dormer uma verdadeira rainha para seus fãs.

Deixe um comentário