Natalie Dormer Brasil
Primeira e maior fonte sobre a atriz britânica Natalie Dormer no Brasil.

Nos primeiros dias de dezembro do ano passado, nossa Nat esteve em solo brasileiro pela primeira vez. Alguns fãs sortudos tiveram a oportunidades de falar com ela, vê-la de pertinho e tirar uma foto com a atriz. Nós do Natalie Dormer Brasil trazemos algumas dessas histórias, contadas pelos próprios fãs, sobre como foi viver essa experiência.

Arthur Maia (via Facebook):

Sou gaúcho, de Porto Alegre, e logo que soube que Natalie estaria na CCXP, fiz todos os preparativos e me organizei para ir a São Paulo ver minha atriz favorita, que interpretou minha personagem favorita das Crônicas de Gelo e Fogo na TV.

Cheguei na CCXP às 8 horas, fui entrar apenas meio dia, e logo depois de ver como o lugar funcionava, fui pra fila das fotos, onde teria que esperar até às 14:30.  Aparentemente, era perceptível o quão nervoso eu estava, até porque fui o primeiro a chegar. Tinha planejado três perguntas para esse dia, sobre sua saída de Silk, sobre trabalhos no teatro e sobre possíveis vídeos da Natalie cantando ópera, mas quando chegou minha vez, o máximo que consegui foi perguntar se ela poderia segurar a bandeira Tyrell e se no dia seguinte ela teria mais alguma atividade na CCXP ou apenas fotos, ao que ela respondeu a segunda opção. Então, saindo da foto, fui direto comprar mais uma para a última seção do dia seguinte. Dali, entrei na fila do auditório no qual Natalie estaria no painel de GoT.

 Assisti alguns painéis que não eram de meu interesse, tentando chegar o mais perto possível, e consegui ficar na quarta fileira quando começou o painel da HBO. Confesso que impliquei com as falas de Will Simpson e Sven Martin porque sou fã da série de livros e sabemos o quanto a série de TV se tornou uma adaptação falha, mas aguardei com paciência pois já estava ali por quatro horas esperando a Nat. Durante a fala dela, aplaudi, levantei a bandeira Tyrell novamente (ao que ela respondeu com um sorriso e aceno), e derramei várias lágrimas.

No dia seguinte, bem menos nervoso para a foto, pude perguntar sobre Silk apenas, devido ao tempo curto. Tivemos um diálogo onde Natalie disse ficar feliz e bastante surpresa que eu tenha assistido esses trabalhos menores, riu porque procurei Ring Cycle por muito tempo para assistir (ela disse que nem é tão bom assim) e confessou que seu curta favorito é The Brunchers. Encerrou dizendo que o próximo filme que poderei assistir será In Darkness e apontando para o seu noivo, brincou “cujo diretor está ali, se for ruim a culpa é dele”.

O último contato com ela foi logo após essa segunda foto, onde corri até o stand do Omelete para ver mais uma entrevista e voltei para a área das fotos, onde ela passou cumprimentando todos os fãs com um “hello” e um rápido beijo na bochecha. Quando me viu, sorriu e disse “Hello Again!”, infelizmente a produção não permitiu que ela autografasse meu exemplar do Festim dos Corvos.

@feetrancinha (via Twitter):

Eu beijei o rostinho dela… tiramos foto, conversamos… ela é incrível. Eu tava no mesmo hotel, fiz amizade com o segurança dela, tive uma abertura boa pra falar com ela. O melhor dia do ano hah. E ele (o segurança) disse a mesma coisa: “que pessoa incrível, queria que esse trabalho não acabasse nunca” hah. Sério, ela é surreal.

@leepece (via Twitter):

No primeiro dia do evento comprei uma foto e fiquei pensando em uma pose lacradora, aí eu pensei em fazer um “fake kiss” como se as pessoas tivessem dando um selinho, mas não de verdade (não sei explicar bem). Eu sabia que meu pedido era muito ousado e as chances de ela dizer não eram enormes, mas eu quis pelo menos tentar. Fui pra fila fiquei o tempo todo tremendo até chegar nela. Essa mulher é maravilhosa, a minha ficha não caiu em momento algum enquanto eu tava lá e eu não parei de tremer por um segundo.

Quando chegou a minha vez ela estendeu a mão e me falou “Hi, how are you? I loved your outfit”. Eu quase caí pra trás, a Natalie Dormer amou a minha roupa! Eu fui do ladinho dela e soltei: “Can I ask you something crazy?”. Ela perguntou o que era e eu tentei o meu melhor pra explicar como eu queria o tal do “fake kiss”, mas não tive muito sucesso. Ela falou: “You know a lot of people ask me to do that but…”.

Ela começou a conversar comigo e eu juro que depois desse “But” eu não ouvi/entendi mais nada, porque o nervosismo tomou conta de mim e eu tô até hoje tentando descobrir o que ela me disse. Só sei que no final ela falou “I can kiss your cheek, right?”, e eu toda boba respondi “Sure! I’d love too”. Aí eu agradeci, saí e fui pegar a foto.

Juro que foi literalmente assim: peguei a foto, olhei pra minha cara, não gostei e decidi comprar outra na hora. Voltei pra fila e quando cheguei nela de novo ela falou “Hey, you’re back!”. E dessa vez eu dei um abraço super apertado porque na primeira eu tava tão nervosa que não consegui. Dessa vez eu falei “Can I kiss your cheek now?”. Ela riu e falou “of course”. Aí eu dei mais um abracinho e me despedi. […] Essa foi a coisa mais impulsiva que já fiz na vida, mas valeu muito a pena.

@WagnerRGerman (via Twitter):

Tive a oportunidade de conhecê-la e falar com ela por alguns instantes na Comic Con EXP de 2016, ela é muito mais simpática do que aparenta, e se mostrou muito gentil e carinhosa comigo e com todos que tiraram fotos com ela.

@sadbys3000 (via Twitter):

Eu tive a oportunidade de ver ela <3 Tava tão pertinho…

@dormerhugs (via Twitter):

Dia 1 de dezembro de 2016 foi oficialmente o melhor dia de toda a minha vida. Tudo começou quando anunciaram a vinda da Natalie ao Brasil. Já sou fã da Natalie e acompanho o trabalho dela há 4 anos. Jamais imaginei que teria a chance de conhece-la um dia. Resolvi usar a criatividade e todo o meu amor para fazer algo especial, como cartinhas e mensagens para faze-la sorrir. E então o grande dia finalmente chegou.

Perguntei para a monitora antes de entrar na fila se eu poderia levar o presente e ela disse sim, o que foi um grande alívio. E então fiz a seguinte pergunta para outra monitora: “para quem eu entrego o presente?”, e ela me olhou com o maior sorriso e disse “você vai entregar nas mãos dela!”. Nem preciso mencionar que eu quase desmaiei, né?. E então aconteceu. A fila onde eu estava começou a andar, e quando eu olhei para o lado eu a vi pela primeira vez. Parecia um anjo. Esse foi o primeiro pensamento que veio na minha cabeça, naquele instante. Sei que todos aqui sabem que a Natalie é linda, mas de verdade… ELA É MARAVILHOSA! Tão maravilhosa que nem parecia real.

Parecia que eu estava sonhando. Não tirei os olhos dela nem por um instante. Nem por um segundo. Esses minutos que fiquei ali parada olhando pra ela foram importantíssimos para que na hora que chegasse a minha vez o choque já tivesse passado um pouco, sabe? Eu acredito que isso me salvou, pois caso contrário eu teria congelado na hora. Entrei na sala com o presente, um monitor pediu para conferir e enquanto isso o outro destacava o meu ingresso. E eu o tempo todo olhando apenas para ela. Ela estava tão feliz gente. Nunca vi uma pessoa tão feliz e sorridente como ela!! O tempo todo olhando para o fã que estava com ela, dando total atenção e carinho. Imaginem a pessoa mais simpática e carinhosa e multipliquem isso por mil, essa é a Natalie pessoalmente.

Quando faltavam duas pessoas na minha frente ela se virou e olhou rapidamente pro presente nas minhas mãos. Eu – ainda em estado de choque – quase cai ali mesmo. Mas consegui ser forte, afinal aquele era o grande sonho de toda a minha vida se realizando. Quando chegou a minha vez ela deu o maior sorriso e eu disse “Hi, angel!” e entreguei o presente pra ela. Ela ficou tão feliz!! Logo ela notou o adesivo de coroa que eu havia colocado, apontou e disse “Oh there is a crown here!” e eu disse “Yeah! Because you are THE QUEEN” (imitando como a personagem dela diz em game of thrones) e ela deu a maior risada, jogou o cabelo pra trás (ela faz isso várias vezes haha) e piscou pra mim. E então ela foi até a mesa e colocou o presente lá com o maior amor e carinho e voltou até onde eu estava, com o maior sorriso no rosto. Eu perguntei se podia dar um abraço nela e ela disse “Sure!!!” e me deu O MELHOR ABRAÇO de toda a minha vida. Ela é a pessoa mais fofa e abraçável do mundo!!! Gente, juro que naquele momento eu já tinha esquecido que teria foto. Falar com ela estava sendo tão magico que eu não conseguia pensar em mais nada. Ela olhava o tempo todo nos meus olhos, segurava nos meus braços ou mexia no meu cabelo enquanto eu falava com ela. O tempo todo pertinho de mim.

Mostrei pra ela a minha blusa que eu havia escrito “Natalie Dormer’s best friend”, e ela ainda ajudou a afastar o meu cabelo que tava cobrindo e quando ela viu ela deu a maior gargalhada de todas dizendo “This is the best!!”. Sério, eu quase dei um pulo porque não esperava essa reação haha. A risada dela é a coisa mais maravilhosa e contagiosa de todas e eu comecei a rir junto. Ela fez um sinal para o Anthony, o noivo dela, e quando virei pra frente ele tava rindo também e tirando fotos da minha blusa com o celular. Só consegui ficar parada sorrindo e torcendo pra não morrer antes da hora. Ele foi um amor comigo também!

E então como nós duas finalmente estávamos de frente pro fotógrafo ela me puxou pela cintura – detalhe que ela ainda estava rindo por causa da minha blusa – e no último segundo passei o braço na frente dela também pra gente sair “abraçadinhas”. Depois que o fotógrafo bateu a foto ela deu risada e olhou pra mim sorrindo, e então eu olhei bem nos olhos dela e disse “I love you so much”. E o que ela fez? Puxou as minhas duas mãos e segurou firme, se inclinou na altura dos meus olhos (ficamos literalmente cara a cara), deu um sorrisinho e disse “Obrigado” com a maior sinceridade e com o sotaque mais fofo do mundo inteiro. E então eu perguntei se podia dar outro abraço nela, ela disse “Of course!!!” e eu abracei meu anjinho pela última vez. Esse durou mais tempo e quando nos soltamos ela riu de novo pra mim. Nunca me senti tão feliz em toda a minha vida, de verdade.

Deixe um comentário